Ouvir o Dia...

domingo, 22 de março de 2009

A minha Leitura

O LEITOR
Todos os rapazes procuram uma mãe.
Todas as mulheres procuram um pai.
A infância transporta para o resto da vida a carência de um grande colo.
O Passado é uma eterna sombra que nos persegue.
O mais difícil na vida é assumirmos as nossas vulnerabilidades.
O verdadeiro amor contempla a capacidade de aceitar que o outro decida sobre o seu destino.
Um grande amor não se confirma nas grandes decisões, mas nos pequenos gestos.
O dinheiro não compra perdões mas uma velha caixa de chá conquista reconciliações.
Devemos sempre tentar encontrar uma porta de saída para não repetir os mesmos erros dos nossos pais.
Fim.



video

Agora eu:

Tive um gravador igual àquele que me fez despontar as lágrimas, que me acompanharam até ao fim do filme.

Porque é que será que as pessoas olham tanto para a minha cara quando saio de uma sala de cinema???

9 comentários:

josé louro disse...

Falta-me ver este. O teu texto está cheio de verdades.

Carlos Barros disse...

Quando despertamos os nossos sentidos, ou nos fazem desperta-los, as pessoas tem sempre a tendência a inveja-los... Eu gosto quando choras. (pode parecer despropositada, mas não é de todo).

Beijo

O Profeta disse...

Um texto repleto de humanidades...


Doce beijo

Vida Hi-fi disse...

Zé: Não percas. Excelente filme!

Vida Hi-fi disse...

CarlosBarros: e desde quando é que o menino alguma vez me viu chorar???

Vida Hi-fi disse...

Profeta: doce semana!

Carlos Barros disse...

«Eu gosto quando choras», é um belo titulo ... e como eu procura saber para onde vão as lágrimas depois de derramadas...

Beijo

Vida Hi-fi disse...

CarlosBarros: a resposta é simultaneamente prosaica e snobe: para o klenex! ;-)

Rita Almeida disse...

Como te entendo!!! Eu sou igual.